sexta-feira, fevereiro 04, 2005

O Carnaval, esse animal.

É, cá estamos nós outra vez no Carnaval. Uma altura engraçada, em que nada se leva a mal, em que o espírito festivo alegra e contagia todos, certo? Errado! Todos os anos, com o aproximar da data, vou ficando cada vez mais deprimido. Quase todas as pessoas que conheço, andam em stress a tratar das máscaras, mas eu só rezo pelo final desta quadra, que, sinceramente, muito pouco me diz. É uma situação complicada, pois os meus amigos adoram a época, e, aqui para estas paragens, o carnaval é assunto sério. Talvez devido á proximidade de Torres Vedras, não sei, mas certo certo, é que não há festa ou feriado que rivalize com estes 4 dias ( a única excepção é o dia da Espiga, de que falarei na altura própria ), vá-se lá saber porquê.



Não é que me falte sentido de humor, ou que não goste de me divertir, mas o Carnaval, para mim, de bom só tem o feriado. É claro que acabo por alinhar nas brincadeiras, até uso máscara ( apenas para não passar aqueles dias a responder á fatídica pergunta “porquê que não estás mascarado?” ), mas não entendo o motivo para tanta alegria e felicidade nestes dias. Qual é a diferença entre estes e os outros dias do Inverno?

Avaliando a situação, cheguei a algumas conclusões, motivos pelos quais não acho grande piada ao Carnaval. Atentem:

- Muitas vezes chove, o que obriga as pessoas a acotevelarem-se dentro de bares e discotecas, já por si sobrelotados, e para isso tenho o Verão
- A música, além de pavorosa e repetitiva, é sempre a mesma todos os anos, independentemente do sítio para onde se vá;
- Está sempre um frio do caraças, o que me leva a fazer vénias a certos disfarces que vejo por aí;
- Todos se embebedam no Carnaval, nem que seja para ganhar coragem para sair mascarado. Como nunca precisei de motivos para me embebedar, nem para andar na rua a fazer figura de urso, não compreendo o fascínio da coisa
- Não se pode molhar quem mais apetece molhar, os mascarados. Porquê?
- Não se consegue perceber se as mascaradas são giras ou não ( seja pela bebida que nos turva a visão, seja pelo disfarce que utilizam )
- As únicas mini-saias que se conseguem ver nestes dias são utilizadas por gajos com uma barriga de cerveja maior que a minha
- As escolas de samba portuguesas são compostas por bailarinas gordas e desengonçadas, que não estão a sambar, mas a sim a tremer de frio
- Para não variar, ao invés de termos uma identidade própria para o nosso Carnaval, fomos copiar tudo a algum sítio, neste caso ao Brasil



São apenas alguns motivos que me levam não entender o espírito folião dos tugas. Mas enfim, encaro o Carnaval como uma ida á praia ( depois explico isto ), não faço nenhuma questão de lá ir, mas sempre que alinho acabo por me divertir em altas. Este ano não será excepção, até já tenho máscara e tudo...

Volatarei 4º-feira, com os relatos desta quadra festiva.Até lá, divirtam-se muito, bom fds e bom Carnaval, de preferência cheio de Minis!

Comments:
Esta para mim é nova, chavalo. Nunca te vi mascarado... A máscara este ano é de quê???
 
Quando me perguntam porque é que não me mascaro - só pergunta quem não me conhece, claro - eu respondo que os acho um pouco ridículos e eles não levam a mal, porque é Carnaval. Este ano há mais mascarados, por acaso foi boa ideia marcar as eleições para dia 20, o Carnaval andava a precisar de incentivos... ;)
 
6ª fui de bófia a paisana e no sábado fui de dealer. No domingo apenas festejei a vitoria do glorioso e ri-me da exibição do sporting. HOje será surpresa.

O incentivo para as eleições é um conceito que será explorado mais adiante, desde já agradeço á minha cara amiga pela dica, tava-me a faltar um bom tópico para bater na farsa eleitoral. ;-)
 
Sempre ao dispor. :)
 
Fica o meu caro amigo a saber que a partir de hoje temos cantinho das sopas em altas. Já existe post inicial.
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?


Click Here